| 3 Comentários

Yoga Plus Size

Gordinhas podem fazer yoga? Yoga parece super complicado.


Mas Suria Namaskar vem provar que é possivel sim. com alguma pequenas modificações a yoga pode servir perfeitamente para o seu corpo.

Em seu site Body Positive Yoga ela prova que gordinhas podem sim fazer yoga

Esse pequeno video mostra a Saudação ao Sol com pequenas modificações. Está em ingles, mas dá pra entender..




Bons exercicios!!
| Sem Comentários

Gif da Semana (#45)


Primeiro Lugar toque essa musica..



Agora fique olhando pro gif








Quem nunca, Né?
| Sem Comentários

Proteste Já - #NuncaSoubeIMC

O Proteste Já do programa CQC da rede Bandeirantes de televisão dessa semana mostra a negativa que professores receberam do estado devido ao preconceito.

Apesar de terem sido aprovados em concurso público, foram impedidos de exercer suas profissões.

Veja :



| 2 Comentários

Perfil de Leitora - Mônica Pigatto

Olá!
Meu Nome É Mônica Pigatto, Casada A 13 Anos E Tenho 34 Anos. Manequim 46 E Messo 1,58m.
Fui Magrinha Ate Meus 22 Anos,Pesava 48...50 kg, Até Que Mudei De Cidade E Comecei A Engordar. Minha Irmã Mais Velha, Eliza Pigatto, Lutou Contra A Balança A Vida Toda. Sempre Foi Obesa, Desde Bebezinha. Infelizmente, No Dia 06/06/2013 Ela Desencarnou.Minha Irmã Havia Emagrecido 50kg, Mas Saudavelmente,Sem Remédios,Juro. Apenas Reeducação Alimentar E Exercícios.
Então Quando Minha Irmã Partiu,Aos 35 Anos, Passei A Entender Que Devemos Viver Um Dia De Cada Vez. Assim, Como Se Fosse O Ultimo. Comecei A Me Aceitar Mais E Percebi Que Gordos Ou Magros Somos A Mesma Pessoa.Ser Gorda Ou Magra Não Me Torna Uma Pessoa Melhor Ou Pior.Mais Bonita Ou Mais Simpática. O Que Determina Isso,É O Que Realmente Levo No Peito...Respeito,Humildade,Dedicação...E Amor Próprio.
Mudei Minha Alimentação,Mas Não Pela Estética,Apenas Para Ser Mais Saudável. Sou GG,Porém Saudável.
Hoje Não Faço Mais "planos" Para O Futuro,Tenho Objetivos Sim,Como Qulaquer Pessoa. Mas Aprendi A Viver O Hoje,O Agora,O Momento. Porquê Nunca Sabemos Quando Será Nosso Ultimo Dia...

Hoje Me Amo...Sou GG E Ou Feliz....

Um Beijo A Todos







Ela não é linda? Gostaram? Quer mostrar aos leitores que você é uma Gordinha Maravilhosa? Mande seu perfil para os emails do blog





| Sem Comentários

Blogueira plus size lança coleção de biquínis e faz sucesso na internet

A norte-americana Gabi Gregg ganhou fama ao lançar uma campanha chamada "Fatkini", em que convocou mulheres acima do peso a postarem fotos de biquíni

 
GABI GREGG TEM 26 ANOS E É BLOGUEIRA DE MODA (Foto: Facebook)


No fim de 2012, a blogueira norte-americana Gabi Gregg viu seu nome se espalhar pelas páginas da internet e redes sociais graças a uma campanha de sua autoria, chamada "Fatkini". Gabi convocou os leitores de seu blog, que é especializado em looks plus size, a postar fotos usando biquínis. A enorme galeria de imagens logo se tornou popular e a blogueira chegou a, inclusive, dar entrevistas em programas de TV para falar de sua iniciativa.

Gabi aproveitou o sucesso e lançou uma coleção de roupas de banho plus size: "Depois de toda a excitação em torno da "Fatkini", pensei que projetar alguns dos meus próprios desenhos seria uma ótima maneira de continuar o movimento", disse em entrevista ao site do jornal inglês Daily Mail. ""Comprar maiô pode ser uma experiência horrível se você vai à lojas que não oferecem o seu tamanho. No entanto, encontrar uma opção elegante, que se encaixe bem no corpo, pode realmente fazer você se sentir muito bem", afirmou.

O DESIGN DAS PEÇAS DE GABI É INSPIRADO NA SILHUETA DOS ANOS 50. GABI FICOU FAMOSA DEPOIS DE CONVOCAR OS LEITORAS DE SEU BLOG A POSTAREM FOTOS USANDO SEUS BIQUÍNIS (Foto: Divulgação)

As peças começaram a ser vendidas pela internet em maio de 2013 e, em menos de 48 horas, acabaram. Gabi Gregg decidiu então lançar uma nova coleção, com inspiração retrô, e que estará disponível para venda a partir do dia 16 de abril.

A PRIMEIRA COLEÇÃO DE GABI VENDEU EM MENOS DE 48 HORAS (Foto: Divulgação)


A ansiedade das seguidoras da blogueira é tanta que comentários sobre a nova coleção já tomaram conta das redes sociais, incluindo o Instagram de Gaby. A expectativa é que desta vez seja possível levar para casa pelo menos uma das peças desenvolvidas pela norte-americana.

Do Marie Claire

Se quiser ver alguns biquinis da posthaus aqui do brasil clique no link

http://www.posthaus.com.br/moda/moda-praia/plus-size.html?ctg=7_7&afil=1042
| Sem Comentários

#eunaomerecoserestupradamasobrasileiroachaquesim

Ha um bom tempo eu não tenho colocado aqui minhas mal traçadas linhas. Pura falta de tempo eu diria, mas tirei alguns minutinhos pra escrever aqui pra vocês sobre um assunto atual.



Para quem não leu nada , estava fazendo um passeio tripulado a marte ou estava mais interessado na eliminação de algum brother, Pesquisa divulgada na quinta-feira (27/03) pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), órgão do governo, mostra que 58,5% dos entrevistados concordam totalmente (35,3%) ou parcialmente (23,2%) com a frase "Se as mulheres soubessem como se comportar, haveria menos estupros". Segundo o levantamento, 37,9% discordam totalmente (30,3%) ou parcialmente (7,6%) da afirmação – 3,6% se dizem neutros em relação à questão.

O estudo também demonstra que 65,1% concordam inteiramente (42,7%) ou parcialmente (22,4%) com a frase "Mulheres que usam roupas que mostram o corpo merecem ser atacadas", enquanto 24% discordam totalmente, 8,4% discordam parcialmente e 2,5% se declaram neutros.

Pra mim isso não é novidade alguma. É só dar uma olhada nas colunas eu mereço e ler comentários aqui no blog e no face da pagina. Existe uma patrulha da moralidade que se diz religiosa que realmente acha que a roupa que a mulher veste faz o estuprador. Como se nos países que se usa burca isso não acontecesse.

Nós do blog, estimulados pela leitora Nicolle Moleta, começamos uma campanha para nossas queridas plus size também pudessem mostrar sua indignação sobre o assunto. Eis que na primeira e única foto veio o seguinte comentário:



É inacreditável como em pleno seculo XX pessoas ainda pensem assim. Ainda mais mulheres que lutaram tanto para sua liberdade de voto e direitos, tem um pensamento tão retrogrado.

Mas se a própria jornalista Nana Queiroz que iniciou a campanha foi ameaçada de estupro pelo Facebook, imagina nós pobres gordinhas mortais.

No fim é isso. Ideias novas são difíceis de implantar quando o senso comum da sociedade hipócrita, retrograda e machista brasileira está ai. Somos o pais que não é racista , mas não tem quase negros no poder. Somos o pais que não tem preconceito com as gordinhas, mas nenhuma tem destaque na mídia. Somos o pais em que existem paginas no facebook sobre encoxar, mas as mulheres é que são culpadas disso porque não tem o direito de usar roupas curtas.

Somos o pais do futuro.

Dou-lhe Uma

A hashtag #eunaomerecoserestuprada e a campanha é valida. Mas essas coisas são sempre motivo pras subcelebridades loucas pela midia reaparecerem. Adivinha quem ressurgiu das sombras pra protestar?




Pois é...

Dou-lhe Duas

O ex-prefeito de São João da Ponte, Delson Fernandes Antunes Filho, foi encontrado na manhã desta segunda-feira (31), acorrentado a um pé de eucalipto no Vale da Cancelas, distrito de Grão Mogol (MG). De acordo com a Polícia Militar, a vítima ficou amarrada durante toda a noite e só foi encontrada nesta manhã.

Obviamente ele é acusado de corrupção.

Não quero estimular a violência pois eu acho que não resolve nada. Mas essa era uma moda que podia pegar, não? Ia faltar pé de eucalipto pra acorrentar politico safado...

Dou-lhe Três

Um grupo reeditou a "Marcha da Família com Deus pela Liberdade", nas comemorações (?) de 50 anos do golpe militar no Brasil. A maioria dos participantes da marcha quer a volta do governo militar. Dizer que naquela época não havia corrupção.E tem gente que acha estranho o pessoal achar que o estupro é culpa da mulher.

Para fechar um video que é uma aula. Lizzie Velasques é considerada a mulher mais feia do mundo. Nesse video ela conta suas experiencias. Vejam



E boa terça!!
| Sem Comentários

#eunaomerecoserestuprada


A Leitora Nicolle Moleta deixou esse recadinho pra gente

Olá pessoal. Eu sou uma leitora da página de vocês e queria propor algo. Não sei se vocês sabem dessa campanha nas redes sociais contra o estupro, com a #eunaomerecoserestuprada. Eu dei uma zapeada nas paginas daquelas que adotaram a causa e percebi que só tem fotos de magras, sendo que as gordinhas também sofrem abusos. Queria compartilhar a minha foto, já que sou gordinha, pra que vocês postassem ou desse o exemplo pra que a causa chegue a nos também. Parabéns pela página e desde já agradeço. Obrigada, Nicolle.



E então? Envie sua foto pra gente via inbox pelo facebook. Vamos fazer parte dessa campanha!!

https://www.facebook.com/GordinhasMaravilhosas?ref=tn_tnmn
| 3 Comentários

Perfil de Leitora - Claudia Renata

Oi, meu nome é Claudia Renata tenho 36 anos, sou pianista... e sou gordinha assumida. Fico cada vez mais feliz em poder ler e participar de artigos e espaço para gordinhas. Toda mulher seja gordinha ou magra tem seu charme... Aceitação e amor é o que falta, somos lindas, únicas, fortes, especiais em toda nossa essência... Ser Mulher independe de medidas... o importante e ser Feliz e mostrar ao mundo nossa alegria pela vida... Vida nosso maior presente, então Viva!!!

Vamos ver fotos?










Ela não é linda? Gostaram? Quer mostrar aos leitores que você é uma Gordinha Maravilhosa? Mande seu perfil para os emails do blog




| 11 Comentários

A Baixa Autoestima Me Pegou?!


Eu gostaria de ser capaz de levantar a autoestima de todas as nossas leitoras que estão com ela lá pra baixo, mas não posso, por mais que eu tente. E não pensem vocês que por ter Diva no meu nick eu não tenha meus dias ruins, pois eu tenho. Eu também tenho monstros aqui dentro que me assombram como zumbis e demônios e vampiros que me destruirão caso eu baixe a guarda.

Eu sei o que é ser rejeitada, ridicularizada por causa de meu peso diariamente, ouvir todo dia que devo emagrecer e ter o amor negado porque não me enquadro nos padrões. Sei o que é encantar, agradar, me iludir, ser usada e descartada por ser considerada gorda demais, feia de acordo com a sociedade de consumo. Eu sei o que é entrar num transporte público e ver os olhares de repúdio, os risos quando me aperto na roleta, a raiva quando tento sentar ao lado de alguém e o desprezo quando ninguém ousa sentar ao lado da gorda. Eu sei o que é ter vergonha de ser quem sou simplesmente porque não me sinto amada, apenas odiada, repudiada, inferior...Acreditem meninas eu sei o quanto é difícil ser gorda hoje em dia, o quanto somos incompreendidas e atacadas. É como uma guerra que nunca, nunca acaba e onde ter aliados é algo muito raro, principalmente quando chove fogo amigo pro nosso lado.




Há pouco tempo aconteceram algumas coisas que fizeram meu amor próprio definhar, murchei por dentro sabe? Tive um reencontro muito ruim com um ex-namorado....num momento péssimo. E nossa! Suei um bocado para dar um basta nos pensamentos tristes que me colocavam ainda mais pra baixo, decidi me afastar do que me faz afogar nesse mar de depressão. É muito ruim duvidarmos de nosso valor porque as pessoas à volta não são capazes de enxergar o quanto somos especiais. E isso dói eu sei. Às vezes me sinto uma louca, como um D.Quixote lutando contra os moinhos de vento... E pra piorar amo me vestir num estilo com inspiração rocker pois eu gosto e combina com minha maneira de ser, minha personalidade....ou seja, alvo ao quadrado de críticas eu sou. Pois algumas pessoas acham que por não ter mais 19 anos não posso me vestir assim, mas se eu fosse de uma banda de rock jurássica e famosa eu poderia?! Quem foi que disse que eu não posso usar o que me faz sentir bem comigo mesma e bonita? Eu hein!!!!



Enquanto eu estava pra baixo lembrei de fotos da adolescência, eu chorei muito quando as revi pois enfim em anos eu vi que nem era tão gorda assim como me faziam acreditar na época....Me fizeram acreditar numa ilusão.Chorei porque vi que enfim finalmente eu conseguia me enxergar de verdade com meus próprios olhos. Eu hoje com uns 50 kg a mais e muitos anos de diferença me sinto mais linda do que na época. Eu passei tantos anos sofrendo, aceitando migalhas por carência que hoje em dia quando fico pra baixo me forço além dos meus limites para me recuperar. A luta contra o câncer me deixou com espírito de guerra espartano. Agora eu luto até derramar minha última gota de sangue.

E após abrir meu coração desse jeito meninas, me despir assim em linhas eu espero que se juntem a mim nesta guerra contra a Gordofobia, preconceito e lavagem cerebral. Eu dei um basta nos pensamentos tristes, lembranças dolorosas,vozes do passado que me atacam, demônios antigos que tentam me afogar em pensamentos depressivos e sequei as lágrimas de solidão. Foi fácil? Não! Mas eu me empenhei e resetei minha mente, meus pensamentos. Recuperar e manter nosso amor por quem somos é um exercício diário. Não podemos deixar de praticá-lo um instante sequer senão a lavagem cerebral da mídia te domina e lança na masmorra dos insatisfeitos consigo mesmos.

Beijos Queen Size,


Image and video hosting by TinyPic
| 6 Comentários

GM Entrevista - Michelle Moll

Michelle Moll é uma fotografa de sampa que trabalha há 16 anos. Há 3 tem se especializado em fotografia sensual. Junto com a designer (e sua irmã) Mariana Moll elas fundaram a Naked Fotografia. Nós do blog trocamos umas palavrinhas com a Michelle.

Mariana e Michelle Moll


Gordinhas Maravilhosas: Quem é a Michelle Moll? Fale-nos um pouco do seu trabalho
Michelle Moll: Sou fotógrafa há 16 anos, e atuei em diversas áreas da fotografia. Desde que me formei em cinema, peguei gosto por fotografar pessoas, dirigir pessoas, buscar o melhor ângulo e valorizar o que a pessoa tem de mais bonito, utilizando a luz e a composição da imagem.

GM: Qual é o perfil das suas clientes
MM: Mulheres e homens que querem ter um registro de si, algo bonito sensual e de bom gosto. Normalmente, é para presentear o próprio parceiro, mas alguns, fazem para melhorar a auto estima, para ter uma recordação de uma determinada fase, e até para se divertir! Quem não gosta de um dia de cuidados consigo mesmo?

GM: Como surgiu a ideia de fazer ensaios sensuais com pessoas comuns?
MM: A maioria das pessoas adora ser fotografado. Mas a foto sensual, estava ligada à beleza comercial, ou seja, só pode fazer foto sensual se você for magra, alta e linda. Mas isso não é verdade. Sensualidade, é uma coisa muito mais ligada a atitude e personalidade, e nosso trabalho é traduzir por meio da fotografia o sexy apeala de cada um, o que torna a imagem muito interessante e exclusiva.

GM: Como é a dinâmica do ensaio? Como sua equipe trabalha para deixar as pessoas mais a vontade
MM: Nós sempre agendamos uma reunião antes do ensaio, para entender exatamente, o que o cliente gosta, o tipo de roupa, o estilo do local da maquiagem e etc, assim não corremos o risco de escolher uma produção que deixe a pessoa pouco a vontade, se ela estiver se sentindo bem e bonita, já é meio caminho andado. Outra coisa, é que o clima do ensaio é de descontração total, brincamos muito para deixar a pessoa descontraída, e conseguir os clicks mais espontâneos.

GM: Pra você o que define sensual?
MM: Sensual, é tudo aquilo que desperta desejo. A fotografia sensual, é aquela que é capaz de despertar o desejo em quem a vê.

GM: Qual sua opinião entre a diferença entre o sensual e o vulgar?
MM: A  linha entre o sensual e vulgar é muito tênue. O sensual é belo, discreto e intrigante. Já o vulgar, não possui mistério algum, está diretamente ligado ao sexo e dificilmente traduz a personalidade da pessoa, acaba sendo tudo igual.

GM: Nu artistico você já fez? Você oferece nos seus ensaios?
MM: Sim, fazemos e oferecemos. O nu, quando bem feito, pode ser tão suave e até mesmo menos vulgar do que algumas roupas.

GM: Qual é a principal diferença entre fotografar “não modelos” e modelos?
MM: Modelos têm experiencia com a luz, com a câmera, e principalmente estuda poses e conhece seus melhores ângulos. Tudo isso é discutido e ensinado a nossas clientes, eles fazem um dever de casa, mas é super divertido, serve até para os selfies depois!

GM: E as plus size? Tem alguma diferença em fotografá-las?
MM: Na verdade não, o que fazemos ( e é feito com todas ) é analisar, o que ela tem de mais bonito, se são os seios, as pernas, o sorriso e etc, e estudar junto com a produtora de moda, que tipo de figurino cai melhor a esse tipo de corpo, passamos as medidas, a altura, tudinho, os looks são totalmente pensados para aquela pessoa em especial.



GM: Boa parte das mulheres plus size tem um pouco de receio de mostrar o corpo. Tem macetes para as fotos ficarem boas?
MM: Na fotografia, tudo é muito moldavel, e não falo de photoshop, falo sobre a escolha correta da luz, da pose do ângulo e etc. Muitas plus size que fotografei, fiz questão de mostrar a foto na hora, para elas verem, que não precisa pesar a mão no photoshop para elas ficarem divas.

GM: E o uso do Photoshop? Você acha que na fotografia sensual tem havido um excesso de uso? Como usa-lo sem “desfigurar” as modelos?
MM: O photoshop é uma ferramenta poderosa e deve ser usado com muita responsabilidade para que o resultado seja real, bonito e natural.
Sim, há um exagero principalmente por parte dos editoriais masculinos e revista femininas , parece haver uma ditadura sempre impondo padrões irreais de beleza.
Quando se respeita o corpo e a integridade daquele que é fotografado, fica fácil usá-lo. Tendo isso em mente, busco apenas minimizar e suavizar aspectos que possam causar incomodo, como manchas na pele e pequenas desproporções,  e complemento o tratamento alterando cores e tons ou aplicando efeitos que criem uma atmosfera adequada ao conceito do ensaio. A ideia é sempre valorizar e evidenciar o que cada um tem de mais bonito.

Um pouco do tratamento da imagem


GM: Prefere locações ou estudio? Qual a importância do lugar a foto?
MM: Isso é indiferente, e é uma escolha feita pela preferência do cliente. A unica vantagem da locação, é que você consegue dar um clima para o ensaio, com a ajuda de móveis, e elementos cenográficos.

GM: O que vale mais pra você a emoção ou a tecnica? Até que ponto o entrosamento entre fotografa e modelo é importante pra foto?
MM: A emoção não vive sem a técnica e vice versa. Não posso simplemente imaginar uma foto, e não conseguir faze-la de fato, e a máquina sem o elemento humano, também não faz nada.
É super importante a confiança, se o cliente confia em mim, os resultados sempre surpreendem.

GM: O que você diria as leitoras que tem vontade de fazer um ensaio mas tem vergonha do corpo?
MM: Que venham conhecer nosso trabalho e ver quantas mulheres já fizeram, e como elas ficaram lindas.

Gostou? Veja um pouco mais no site:
 http://www.nakedfotografia.com.br/

E aguardem que nos proximos dias teremos uma promoção para as leitoras. Acompanhem o blog e o facebook...


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...