Aversão e fascínio: a nudez da mulher gorda

Por: Mariana Mesquita

Se você é usuário do Orkut, faça a busca: existem mais de mil comunidades trazendo no nome a expressão ‘Preta Gil’. Excetuando as produzidas por fãs de sua música, a maioria delas faz menção às fotos do encarte do cd Prêt-a-Porter, lançado em 2003, nas quais a cantora aparece sem roupa. A polêmica até hoje não cessou: em sua nudez opulenta, Preta agradou e incomodou a várias pessoas. Prova disso são os títulos das citadas comunidades virtuais: “Eu não comeria a Preta Gil – alguém tem tesão no ursinho Pooh?”; “Preta Gil, a mais baranga”; “Preta Gil não é Pretty Girl”; e as favoráveis “Preta Gil não é feia” e “Eu comeria a Preta Gil”, todas ilustradas pelas mesmas imagens da moça pelada.

Depois de Preta, uma série de comerciais desafiou os cânones estéticos vigentes: a campanha do sabonete Dove em defesa da real beleza mostrou um grupo de gordinhas sorridentes, na praia, de biquíni. Apesar das críticas, e da busca incessante por apontar as estrias e celulites das moças, a expressão ‘gordinha do dove’ passou a designar mulheres acima do peso, mas satisfeitas consigo, de bem com a vida – bonitas, desejáveis, interessantes. Também no Orkut podem-se encontrar várias comunidades elogiando as modelos da campanha. A descrição de uma delas diz que “quem gosta de osso é cachorro”.

Para encerrar, amigo leitor: faça uma busca com a palavra ‘gorda’, no mesmo Orkut. Novamente vai achar bem mais de mil comunidades, a maior parte delas depreciando as mulheres acima do peso: “odeio gorda de piercing”; “odeio gorda de barriga de fora”; “odeio gorda de roupa justa”; “mulher gorda, pelada, não”; “gorda de minissaia é uma merda”; “odeio gorda metida a gostosa”; “meu amigo catou uma gorda”; “odeio gorda assanhada”, etc.

Chocou-se com a virulência? Não adianta denunciar à administração do site: ao contrário do preconceito religioso ou racial, ‘odiar gordos’ não vem sendo motivo para desabilitar as comunidades, apesar dos protestos. Diante de tanta agressão, frisar as dificuldades que as mulheres acima do peso enfrentam, na hora de formar uma auto-imagem positiva, é como chover no molhado: infelizmente, na sociedade em que vivemos, ser gorda (ainda mais do que ser gordo) é literalmente um fardo pesado para se carregar. Difícil ser bonita. Difícil ser aceita. Difícil comprar roupa. Difícil enfrentar os preconceitos.

Mas toda essa introdução foi para fazer alguns questionamentos que me inquietam bastante: o que será que choca tanto as pessoas, ao se depararem com a imagem de uma mulher gorda nua, de trajes íntimos ou roupas sedutoras? Por que a visão de uma gorda, na praia, de minissaia ou em situação de destaque, é motivo de tanta aversão e zombaria?

Os cânones estéticos oscilam ao longo da história, embora a ditadura da magreza venha imperando já há vários anos. Lá, no fundo de mim, eu imagino que o motivo de tanto ódio às vezes tenha a ver com uma espécie de atração represada, mal contida, por um volume maior de carne do que as carcaças mirradas das modelos profissionais.

Muitos escondem o fato, se sentem envergonhados de assumir relacionamentos públicos e estáveis com gordinhas, mas ficam com elas quando há chance. Deve ser esta a razão pela qual tantos homens procuram os sites pornôs, especialmente americanos, especializados em mulheres acima do peso – à parte a curiosidade e o gosto pelo ‘bizarro’, sinto que deve haver um pouco de necessidade de suprir o fascínio sufocado pela propaganda vigente, que prega que qualquer mulher com IMC acima de 20 é desprezível e feia.

12 Comentários

José Luís | 26 de nov de 2008 08:53:00

Tenho sido leitor assiduo do site desde que o conheci a uns meses atrás, vc está de parabens pelas materias e recomedações
Julgo que deve ser uma pessoa excepcionalmente maravilhosa, assim como todas as pessoas "fora dos padrões" (mediocres da Sociedade)deveriam se sentir e se fazer ouvir
beijos
amo muito vocês...

Anônimo | 27 de nov de 2008 16:59:00

Contraponto para o seguinte parágrafo:

"Para encerrar, amigo leitor: faça uma busca com a palavra ‘gorda’, no mesmo Orkut. Novamente vai achar bem mais de mil comunidades, a maior parte delas depreciando as mulheres acima do peso: “odeio gorda de piercing”; “odeio gorda de barriga de fora”; “odeio gorda de roupa justa”; “mulher gorda, pelada, não”; “gorda de minissaia é uma merda”; “odeio gorda metida a gostosa”; “meu amigo catou uma gorda”; “odeio gorda assanhada”, etc."

http://www.beltrano.com.br/scripts/comunidade/comunidade.asp?idComunidade=272327

A D O R O mulheres gordas e gordinhas de barriga de fora!

Anônimo | 16 de dez de 2008 00:01:00

ser feliz n vende.. estar satisfeito consigo mesmo n vende... o q vende, dá lucro e faz com q se consuma cada dia mais é a insatisfação... os padrões estéticos n podem ser subjetivos... jamais!!!
o motivo de tanto ódio as gordas é o fato delas n se aprisionarem ao padrão de "fêmea" obrigatório: invariavelmente magra, invariavelmente loura, invariavelmente estúpida...
como aceitar a liberdade de outra qdo se submete "espontaneamente" a todo tipo de abuso físico em nome do "corpo perfeito"???
quem n aceita a si mesmo, jamais vai entender ou aceitar q outra o faça...

Lucas | 4 de jul de 2009 13:55:00

Mas se colocar na busca do orkut "gordinha", acha-se uma infinidade do comunidades de adoradores de gordas, muito mais do que as comunidades que depreciam as gordas.
E em relação à nudez, a palavra chave para isso é "bbw" (big beautiful woman), também se acha uma infinidade de sites dedicados ao lado safado da beleza das gorduchas.
Viva às gordas!

Trajetória | 6 de set de 2009 21:37:00

Interessante notar como a gordurinha da gente incomoda as magras, né? Será que não é porque elas sabem que opulência enche a cama e os olhos dos homens que sabem que somos mais liberais? Hum...não estamos nem aí para os padrões, queremos mesmo é ser felizes e não ter que vomitar a lagosta do jantar em nome da ditadura da cintura fina! Jamais estive com um homem que não tentasse um novo encontro...e acreditem, não é apenas por meus belos olhos que eles voltam sempre!
PERGUNTA: SE VC NÃO GOSTA DE GORDAS, TÁ FAZENDO O QUE AQUI NESTE SITE?

sexi fat woman

Sidnei | 24 de out de 2009 16:20:00

SIDNEI MACHADO

AXEI ESSA MATÉRIA SUPERINTERESSANTE..PARABÉNS...
SOU UM CARA QUE PODERIA SER, SEM FALSA MODÉSTIA, SER TAXADO DE "SARADO", MAS EU ME AMARRO MESMO É EM UMA GORDINHA...ESSE LANCE DE "MISS ANOREXIA" NÃO TÁ COM NADA...A MULHER DO FUTURO VAI SER "FOFINHA", GRAÇAS À DEUS...

Sidnei | 24 de out de 2009 16:21:00

SIDNEI MACHADO

AXEI ESSA MATÉRIA SUPERINTERESSANTE..PARABÉNS...
SOU UM CARA QUE PODERIA SER, SEM FALSA MODÉSTIA, SER TAXADO DE "SARADO", MAS EU ME AMARRO MESMO É EM UMA GORDINHA...ESSE LANCE DE "MISS ANOREXIA" NÃO TÁ COM NADA...A MULHER DO FUTURO VAI SER "FOFINHA", GRAÇAS À DEUS...

André | 21 de jan de 2010 13:36:00

"Por que a visão de uma gorda, na praia, de minissaia ou em situação de destaque, é motivo de tanta aversão e zombaria?"

Porque a maioria das pessoas não raciocina, acredita piamente no que mostram nas revistas e na TV.
Deixa disso, não se preocupe com as comunidades no orkut. Contra fatos não há argumentos: milhões de homens adoram as gordas. Em vez de osso, prefiro apalpar carne!

Anônimo | 2 de fev de 2010 22:14:00

A maior maldade que se faz com as fofinhas, não só as idealogias, como a grande mídia em geral é... atribuir elegância somente as magricelas. Algumas até horríveis. Se as gordinhas soubecem o que têm de admiradores, não ficariam tão decepcionadas. Vou até ao exagero, há os que são verdadeiramente tarados [perdão]... assim como eu!!! N. Mathos

Anônimo | 14 de set de 2011 20:29:00

sou tarado numa gordinha sao mais carinhosas a atraentes desculpe o tarado mais e assim que classifico por gostar alias amar as fofinhas beijos em todas lindas

anonimo | 9 de dez de 2011 18:12:00

adoro as fofinhas, pois nelas que vejo mais amor e compaixão, se alguma se interessas ligue (11)5232-9218

Fabosx | 9 de dez de 2011 19:19:00

Adoro mulheres gordas. São realmente maravilhosas...

Postar um comentário

Comenta Aí!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...