Gordinhas com abadás.

Estava dando minhas navegadas por ai e acabei caindo no blog "Contrapeso" e lendo uma matéria muito bacana e que nunca tinha parado para pensar sobre o assunto.

Nem imaginava que gordinhas(os) tinham dificuldade para "caber" nos abadás...leia o trecho da matéria:


"Vestir-se para o Carnaval da Bahia já foi mais fácil para gordinhos e gordinhas. Na época das mortalhas, aqueles camisolões, era mais tranquilo caber um peso-pesado dentro da roupa fornecida pelo bloco.

Hoje, com os abadás, a coisa muda de figura: ficamos apertados em uma área de 70 cm por 90 cm.
Isso é possível?

Para alguns gordinhos, não, e isso faz com que eles se sintam discriminados. Como não podem entrar sem estar vestidos com a camiseta da festa ou bloco, são obrigados a ir com uma roupa comum e ficar com a peça pendurada no pescoço ou na mão, “passando atestado de que não conseguiram caber lá dentro”.

A publicitária Ana Paula Gonçalves (35 anos) e Janaína Paim Nogueira (32 anos), que também trabalha na área de marketing, dão o seu veredito:
“A mortalha servia em nós gordinhos. Agora não temos como usar a roupa do bloco. O tamanho G é igual ao P! Ou a gente aceita ficar diferente de todo mundo, ou não vai para a festa. Eles simplesmente não pensam nos gordinhos!”

A jornalista Francis de Oliveira (29 anos), lembra de outro grupo que também não cabe nos abadás: os turistas. “Eles tem biotipo maior do que o nosso e acabam ficando apertados também”, atesta.

Nós do Contrapeso também sofremos com essa dificuldade de caber nos abadás e, assim como muitos gordinhos, baianos e turistas, recorremos à arte da “customização”. Ou seja, pegamos as camisas, levamos para a costureira e, depois de um cuidadoso enxerto de pano, fazemos com que ele passe a servir.

“É nesse momento que entra a criatividade para incrementar a peça”, afirma Francis, transformando a necessidade numa oportunidade de diferenciar-se dos outros foliões. “Só porque somos gordos, não quer dizer que a gente não tenha estilo!”, comenta.
É isso aí pessoal. O importante é ir para a rua confortável e se sentindo bem vestido. E a melhor parte é que os magrinhos ainda vão ficar com inveja do seu modelito."

Nota da blogueira: gente eu ia ficar furiosa em pagar por um abadá ( que aliás é bem caro) e não servir em mim...pendurar no pescoço esta totalmente fora de cogitação.Quer saber eu iria me produzir e ficar a mais "gata das gatas" e fazer do abadá apenas um componete customizado como sugerido.

Nota do blogueiro 2: A Kallina mandou uma foto dela com abadá e vamos colocar aqui pra ilustrar nossa matéria!!


Nota do Blogueiro 3: Pedimos sinceras desculpas ao pessoal do blog Contrapeso por não termos linkado a matérias original. Normalmente linkamos e creditamos a materia original , mas por falha nossa dessa vez não procedeu. Obrigado!!

7 Comentários

kallina | 25/02/2009 12:54:00

com criatividade da p/ sair dessa bem hehehe
minha irma nao curte roupa pegando ela e no ultimo abada ke fomos ela mandou costurar uma malaha dos lados fez um decotão e fikou tududibão :) eu jah uso roupa justa entao soua rrumei o decote mesmo .

mais eh foda esse tinha um EXG mais eu jah tive ke abrir um todinho hehehe + o importante eh pularrrrr :P

kallina | 25/02/2009 23:16:00

http://lh3.ggpht.com/_kJslnkg3flA/SaX7LsRXm3I/AAAAAAAAAOo/4KGiCC-sTq0/s400/verao%20show%20016.jpg
exibida mode on kkkkkkkkkkkso p/ mostrar o ek fiz :P

Eduardo Sales Filho | 02/03/2009 11:45:00

Olá,

Fico feliz que tenha gostado tanto do Contrapeso a ponto de copiar o nosso texto na íntegra sem nem mesmo nos linkar.

Não quero ser chato nem nada assim, mas todos os textos do site tem copyright registrado. Já que a internet é um meio complicado de se fiscalizar, gostaria de pedir a você que, se não quiser deletar o seu post, pelo menos coloque um link para o texto original.

Grato pela atenção,

Eduardo

Gordinha de Programa | 04/03/2009 15:51:00

Gente perfeito! Fui pra Recife e comprei minha camisa do Galo da madrugada, "G"... adivinha cortei as mangas (baita calor!!) e abri um corte atras e coloquei um topizinho por baixo. Pronto fui que fui pro Galo!!!! Nada acaba com meu carnval e fui mesmo com as costa toalmente abertas hauahauahau

de | 05/11/2009 23:01:00

oi adorei os comentarios mais gostaria que alem de falr vc poderia customizar alguns modelitos para nos gordinahs . algumas dicas de modelos e tao .. um abraço valeu


DENISE

neia | 11/08/2011 15:47:00

esses abadas alem de serem caros,são de um pano ruim,vai cortar desfia todo,ja que e caro deveria ser um pano melhor,um pano que parece que da uma coçeira,so de noite a gente usa aqui,porque se for de dia morre assado,aqui não tem baby look,entrega so um dia antes,tem de se virar pra achar costureira,as gordinhas tem de comprar dois abadas juntar e fazer um,teve um ano aqui que teve de ir com o abada pendurado no pescoço porque não entrava nos gordinhos.

Carine | 16/10/2011 20:00:00

Moro em Salvador, e além do carnaval aqui tem muita festa de camisa. Minha dica: eu sempre corto a camisa fazendo um decote em "v" na frente e corto também a parte da manga deixando ela bem cavada.Se vc quiser também pode cortar a bainha, tomando o cuidado de não deixar muito curta. Depois passo as partes que foram cortadas na chama da vela (isso evita que o tecido desfie e dá um visual legal).Você pode usar sua criatividade: fazer um cortezinho nas costas ou nas laterais deixa a peça mais folgadinha... Bjsss!!!

Postar um comentário

Comenta Aí!!!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...